PRIMADO 07 COVAS DO BRASIL -  TEMPLO DE UMBANDA

"A verdade só está disponível para os despertos no espírito" (Sr. Exu 07 Covas)

"Eu não vim pra esclarecer, eu vim pra confundir". (Exu Mirim Tata Caveirinha)





"A vida é uma pergunta que você tem que responder". (Sr. Malandro Camisa Preta)





"Quando a vida está ruim, o Rosário é um simbolo que nos indica como buscar ajuda" (Pai Antonio de Angola).





"“Lá no sertão eu aprendi que a seca, a fome e a miséria não podem ser usadas para questionar a justiça divina, afinal, foi o homem quem maltratou a natureza, quem não repartiu o pão, quem maltratou uns aos outros” (Sr. Baiano Zé do Coco)






“A vida é alegre? A vida é triste? A vida é o que você é”. (Sr. Martim Pescador)
Textos

O Nome Dele é TRanca Ruas

 
Conheci no início da minha mediunidade um Exu chamado Sr. Tranca Rua das Almas, que desde o início mostrou ser o que é: curto e grosso. Ele nunca quis agradar, ser polido, demonstrar boas maneiras, ou ser um bom político, agradável a todos. Apesar de eu nunca ter sabido que ele maltratou alguém, também nunca soube que ele deu flores. Como o mesmo diz: “minha política é uma faca”.

Interessante... faca é de Ogum, assim como todas as laminas, e Ogum é a lei dura e seca, que ordena todos os processos desordenados e coloca tudo no seu devido lugar. Mestre em quebrar processos de obsessão, em conter ação de espíritos negativos, em segurar deslinde de entidades com vibração muito baixa, em segurar espíritos animalescos (em sentido literal), versado na arte da transmutação, Seu Tranca Ruas é um dos comandantes de legião mais duros, agressivos e eficazes que já conheci, e na Calunga Pequena (cemitério) faz outros exus parecerem iniciantes, com todo respeito. Seu Tranca Ruas tem duas palavras: “sim” e ‘não”, logo em seguida encerra a discussão.

 
Nunca temi nenhum Exu, mas sempre tive consciência que com Exu de Lei não se brinca, e quando o assunto é seu Tranca Ruas então, nem se ensaia brincadeira, e digo em todos os aspectos. Também trabalho com o Sr. Exu Tiriri, e posso dizer que são dois perfis totalmente diferentes. O Sr. Exu Tiriri que me acompanha trabalha na força de Xangô, e é mais calmo, tranquilo e negociador, quando preciso, áspero. Seu Tranca Rua das Almas atua na força de Ogum com Omolu, seco, duro e rígido. Dois exímios trabalhadores regidos por mistérios diferentes.
 
É importante saber quais os guardiões de uma casa, sobretudo quando estamos nos juntando a ela, afinal, se somos filhos da Casa cedo ou tarde teremos de ouvir os mentores da Casa, e é melhor que seja cedo. Há perfis de pessoas que têm dificuldade em seguir uma condução mais rígida, e preferem estar em casas onde não haja cobranças, tais como as de aprendizado, as participação, etc.

Claro, se ninguém nos exigir, não cresceremos, como diz o Baiano Zé do Coco, mas o fato é que muitos não estão interessados em crescimento, só querem, na verdade, “ficar à vontade”, e isso é problema em minha casa, comigo e com meus guias, pois quem já conhece nosso trabalho sabe perfeitamente que não é bem-vindo quem pretende ficar estagnado. Não há lugar para paralisia em nossa Casa. Crescimento, esse é nosso lema, e crescimento prescinde de movimento para que possamos crescer.

Se quero crescer economicamente, preciso me movimentar. Se quero crescer academicamente, preciso me movimentar, e assim por diante. Exu é movimento, e cobra movimento de nós, e se não estivermos dispostos a nos movimentarmos, então teremos um problema, especialmente com Seu Tranca Ruas, que é quem mais cobra, e eu particularmente já sei disso a muito tempo, pois sempre foi assim comigo.

 
Os exus que militam conosco tem minha total confiança, escolhidos a dedo pelo guardião do terreiro, são capazes de atuar desde quebras de magias negativas simples à incursões no baixo astral para recolher espíritos zombeteiros, densos, animalescos que tenha sido projetados contra nós, como já foi feito, certa vez, pelo próprio Sr. Tranca Ruas das Almas. Lembro de algumas frases pesadas que seu Tranca Ruas já me disse, e também a outros, vejamos:
 
1 - “nunca prometi ser rápido. Você demorou muito pra se colocar no fundo do poço, porque eu teria a obrigação e levanta-lo rapidamente já que a culpa é sua?”
 
2- “Não sou do tipo que ameaça, sou do tipo que cumpre. Quem só fala por necessidade de se mostrar algo que não é e que não tem coragem de ser; quem age não tem necessidade alguma, é o que é”.
 
3 – “Olho por olho e a Quimbanda salvará muitos injustiçados. Quem quiser que dê a outra face, eu mesmo dou o que cada um merece, e não acredito que o outro mereça me massacrar ainda mais. Darei o retorno a quem merecer, ponto final.”
 
4 – “a minha política é uma faca”.
 
5 – “Eu sou Exu, não sou serviçal de ninguém, sirvo somente a Lei Maior, e a Lei Maior não existe pra agradar, mas pra corrigir. Por que eu deveria agradar ao invés de corrigir? Dou a cada um o que precisa, e não o que se quer, independente do que me peçam”.
 
Com estas palavras, dá pra conhecer um pouquinho mais o que pensa o Sr. Exu Tranca Rua das Almas que trabalha conosco, seu pensamento e suas ações estão pautadas nessa sistemática muitas vezes truculenta, reconheço, mas nunca ineficiente.

Aprendi de muito tempo que as entidades de esquerda não estão inclinadas para afagos e delicadezas, e sim para o exato cumprimento da Lei Maior e para a aplicação da precisa Justiça Divina, por isso, nunca reclamei, e nem tenho do que reclamar. Eu tenho muitos pais e mães na Umbanda, que são as entidades que nos amparam dentro de nossa Casa, e um dos maiores dele chama-se Tranca Rua das Almas.

 
PAI JADER DE XANGÔ – SACERDOTE DO PRIMADO 07 COVAS DO BRASIL – TEMPLO ESCOLA DE UMBANDA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda
Enviado por Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda em 08/08/2018
Alterado em 08/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras