PRIMADO 07 COVAS DO BRASIL -  TEMPLO DE UMBANDA

"A verdade só está disponível para os despertos no espírito" (Sr. Exu 07 Covas)

"Eu não vim pra esclarecer, eu vim pra confundir". (Exu Mirim Tata Caveirinha)





"A vida é uma pergunta que você tem que responder". (Sr. Malandro Camisa Preta)





"Quando a vida está ruim, o Rosário é um simbolo que nos indica como buscar ajuda" (Pai Antonio de Angola).





"“Lá no sertão eu aprendi que a seca, a fome e a miséria não podem ser usadas para questionar a justiça divina, afinal, foi o homem quem maltratou a natureza, quem não repartiu o pão, quem maltratou uns aos outros” (Sr. Baiano Zé do Coco)






“A vida é alegre? A vida é triste? A vida é o que você é”. (Sr. Martim Pescador)
Textos

O Aprendizado é Indispensável

 
O que fará a diferença na vida de novos umbandistas é o conhecimento. Caso esteja chegando agora na religião de Umbanda , aprenda esta lição, que é, sem dúvida, a mais importante para que se torne um umbandista com capacidade de fazer a diferença no templo, terreiro ou ilê que faz parte: CONHECIMENTO. Escute o que tenho a lhe dizer: a sua vida contribuição a religião de Umbanda será ínfima se não houver uma dedicação de sua parte ao aprendizado. “Pai, mas o senhor acha ínfimo eu estar em todas as giras, cambonar, servir como ogã, exercer outras funções no templo?”. Sim, se faz isso sem conhecimento algum, isto que faz é ínfimo, e totalmente sem sentido, pois como verá sentido no que faz se não conhece o fundamento doutrinário daquela prática?
 
Pouco importa se está a 02, 05, 10, 20 anos, ou mais, na Umbanda, não é o tempo de religião que nos torna melhores por si só, e mais aptos para o serviço caritativo, é o tempo que nos dedicamos ao aprendizado, ao estudo, ao nosso aperfeiçoamento, não adianta apresentar um “currículo” com anos de religião, se não sabe sequer o que significa esta religião, seus fundamentos, suas bases, dentro outros conhecimentos básicos. Na Umbanda é mais útil, aliás muito mais útil, quem procurou se ladipar, se aperfeiçoar, se esmerar para compreender a teologia e doutrina da religião, visualizando assim o sentido que há em se fazer o que se faz gira após gira. O saber teórico e o trabalho prático não podem estar dissociados, separados, exilados um do outro, ao contrário estaremos dentro da religião de Umbanda pela metade, e isso não é nada razoável. 
 
No Primado 07 Covas do Brasil, Templo de Umbanda, ninguém exerce cargo algum se não estiver devidamente formado, tanto em teórica quanto em prática. Pra ser cambono há um aprendizado, praz ser Ogã em um aprendizado (não basta saber tocar, ser ogã não é saber tocar), pra ser admitido como médium nas giras tem um aprendizado, etc, etc. Ninguém está apto a nada até comprovar que está apto. No meu caso, sou um sacerdote que fornece todo tipo de formação teológica e doutrinária, além de demonstrar na prática cada ensino teórico, ou seja, não há razão para que alguém não esteja apto, salvo se a própria pessoa não quiser.
 
“Pai, mas esse rigorismo todo é mesmo necessário?” Não é necessário, é extremamente necessário. Primeiro porque para fazer o trabalho sagrado é necessário aprendizado. Segundo porque já basta todo embaraço que a religião de umbanda sofre até hoje por conta de sacerdotes, mães e pais pequenos, médiuns, e outros, totalmente despreparados. Muito do preconceito e discriminação que a umbanda sofre hoje se deve a umbandistas mal formados, mal preparados, que não tinham nenhuma capacidade para se denominarem para praticarem a umbanda, mas fizeram, e por terem feito de qualquer jeito, sem fundamento, sem doutrina, sem base teológica alguma, nós, que nada tivemos a ver com isso, pagamos o preço até hoje. De muito tempo decidi que não iria contribuir negativamente para com a religião de Umbanda, e para isso, preciso não admitir quem não está preparado para ser admitido nos trabalhos espirituais do meu terreiro. Todos são muito bem recebidos na consulência quando não estão preparados para servir na assistência e na corrente mediúnica, porém, nestes últimos postos, somente quem foi realmente lapidado para exercer o ofício que o cargo a que se prepõe.
 
Se está tendo a oportunidade de aprender, não perca a oportunidade, pois, tanto na sua vida quando na vida de outros, você não fará uma diferença expressiva se não tiver muito bem formado, preparado, capacitado para tal. Ninguém dá o que não tem, primeiro é preciso que você esteja solidificado para só então se disponibilizar a solidificar outros. Não interessa se está sempre no templo, se tem décadas de Umbanda, se está em todos os trabalhos, se tem um coração bom e deseja ajudar as pessoas, no final, o que fará a diferença é se terá a real capacidade, adquirida por meio do aprendizado, para implementar, na prática, o que se propor a fazer na teoria. Os ideais são necessários, mas o aprendizado é indispensável.
 
PAI JADER DE XANGÔ – SACERDOTE DO PRIMADO 07 COVAS DO BRASIL – TEMPLO ESCOLA DE UMBANDA
Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda
Enviado por Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda em 08/08/2018
Alterado em 08/08/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras