PRIMADO 07 COVAS DO BRASIL -  TEMPLO DE UMBANDA

"A verdade só está disponível para os despertos no espírito" (Sr. Exu 07 Covas)

"Eu não vim pra esclarecer, eu vim pra confundir". (Exu Mirim Tata Caveirinha)





"A vida é uma pergunta que você tem que responder". (Sr. Malandro Camisa Preta)





"Quando a vida está ruim, o Rosário é um simbolo que nos indica como buscar ajuda" (Pai Antonio de Angola).





"“Lá no sertão eu aprendi que a seca, a fome e a miséria não podem ser usadas para questionar a justiça divina, afinal, foi o homem quem maltratou a natureza, quem não repartiu o pão, quem maltratou uns aos outros” (Sr. Baiano Zé do Coco)






“A vida é alegre? A vida é triste? A vida é o que você é”. (Sr. Martim Pescador)
Textos

FINGINDO INCORPORAÇÃO

 
Acontece com mais frequência que se pensa: ‘médiuns de coisa nenhuma’ que fingem incorporar nos terreiros de Umbanda. Por que isso acontece? Difícil precisar uma razão especifica, mas, da parte do “médium”, se tivesse que apontar uma, certamente o mau caráter deveria predominar, porque não acredito que pessoas com valores espirituais e morais éticos se prestariam a tal papel.
 
É preciso entender que há pessoas que são médiuns de incorporação e outras pessoas que não são médiuns de incorporação, e a descoberta de tal capacidade se dá, em nossa visão, dentro do desenvolvimento mediúnico, que é um processo de aprendizado cognitivo, de equilíbrio emocional e de alinhamento espiritual, e no Primado temos um curso voltado apenas para isso,
 
Sabendo disso, podemos concluir que é responsabilidade do sacerdote ou sacerdotisa de uma Casa verificar se seus filhos ou filhas são médiuns de incorporação, e, caso sejam, deve o sacerdote oferecer a devida formação mediúnica para que o médium seja colocado à disposição da espiritualidade, nas fileiras da caridade. É papel da Casa espiritual coibir práticas como a mistificação, que é mentira proposital, os fingimento deslavado de que se está incorporado com uma entidade espiritual.
 
Há um termo denominado animismo, que é um processo emocional onde todos os médiuns acabam, interferindo, voluntaria ou involuntariamente, no trabalho de uma entidade, isso é normal, vai acontecer com qualquer um no início do desenvolvimento da mediunidade. Agora, a mistificação nunca será normal, pois é uma mentira, um fingimento, um engodo, um mau-caratismo mediúnico, como já falei.
 
“Pai, tem como perceber se um médium está de fato incorporado ou não?” Pessoas que não tem a experiência mediúnica dificilmente perceberão, mas pessoas mais exercitadas certamente notarão logo, e por isso digo que é responsabilidade do sacerdote e sacerdotisa identificar e coibir tais atos. Já conheci terreiro que usavam médiuns clarividentes para identificar se uma pessoa estava ou não incorporada, entretanto, não há um manual.
 
Geralmente o sacerdote identifica logo tal processo, uma entidade de fato quando incorpora logo aponta um mistificador, outro médium com mediunidade especifica também pode fazê-lo. O fato é, identificado um mistificador, caberá ao pai ou mãe espiritual a adoção de uma postura firme e contundente em relação a tal pratica. No Primado não tem conversa, mistificador é posto pra fora do terreiro e pronto, adeus. Não toleramos mentiras e enganos. A umbanda tem um compromisso com a verdade, e não com a falta dela.
 
Animismo acontece, mas mistificação jamais pode acontecer. Por isso, você que visita terreiros e casas espirituais, frequente apenas lugares de confiança, pois, hoje em dia, embora tenhamos casas espirituais muito sérias, também temos (e cada dia aumenta mais o número) “terreiros” de mentirosos, falsários e charlatões de toda espécie. Desejo crescimento para as boas casas de Umbanda, e encerramento de atividades para aqueles locais que sequer são dignos de terem o nome associado com a nossa religião. É lá, nestes antros disfarçados de terreiros, que moram, principalmente, os mistificadores.
 
Xangô há de fazer justiça e não deixar nenhum destes lugares de pé, de um jeito, ou de outro.
 
PAI JADER DE XANGÔ – SACERDOTE DE UMBANDA E DIRIGENTE DO PRIMADO 07 COVAS DO BRASIL – TEMPLO ESCOLA DE UMBANDA
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda
Enviado por Primado Sete Covas do Brasil Templo de Umbanda em 14/09/2018
Copyright © 2018. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras