O Wimbledon é o Grand Slam mais antigo e prestigiado do mundo, sendo jogado em grama, o que exige muita habilidade e técnica dos jogadores. Neste ano, a competição ocorrerá entre os dias 28 de junho e 11 de julho.

Na categoria masculina, Novak Djokovic é o grande favorito para levantar o troféu. O atual número 1 do mundo venceu o Wimbledon em cinco ocasiões, sendo a última em 2019. Além disso, o sérvio chega em ótima fase após conquistar o Australian Open e Roland Garros neste ano. Roger Federer, oito vezes campeão em Wimbledon, vem logo atrás. Apesar de ter passado por lesões recentemente, o suíço é um ícone do tênis e sempre se saiu bem nas quadras de grama. Rafael Nadal, por sua vez, não tem tanto sucesso em Wimbledon (dois títulos), mas é sempre um adversário temido pelos adversários, independentemente da superfície.

Na categoria feminina, a australiana Ashleigh Barty é a grande favorita. Número 1 do ranking mundial, a tenista venceu o torneio de Wimbledon em 2019 e chega em boa fase após ter ganho o título de Roland Garros no ano passado. Naomi Osaka e Simona Halep são outras duas grandes tenistas que sempre fazem bonito em gramado. Osaka, que já foi número 1 do ranking mundial, venceu o US Open em 2020 e o Australian Open em 2021. Já Halep foi vice-campeã em Wimbledon duas vezes e já conquistou dois Grand Slams em sua carreira.

Além dos favoritos, outros jogadores também prometem fazer um bom papel em Wimbledon 2021. No masculino, Andy Murray e Matteo Berrettini podem surpreender, enquanto no feminino Karolína Plíšková e Serena Williams têm suas chances.

Apesar dos favoritismos, o tênis é um esporte imprevisível e tudo pode acontecer em um torneio de Grand Slam. Mas é certo que os olhos do mundo estarão voltados para o Wimbledon 2021 e para as batalhas épicas que serão travadas nas quadras de grama.